Capacidade de uso e aptidão agrícola das terras de propriedades rurais localizadas na bacia hidrográfica do Arroio Pelotas
PDF

Palavras-chave

Degradação do solo
Práticas conservacionistas do solo
Limitações de uso das terras
Soil degradation
Soil conservation practices
Landuse limitations

Como Citar

Suzuki, L. E. A. S., Almeida, W. R. da S., Amaral, R. de L. do, Ramos, M. F., Rehbein, M. O., & Kunde, R. J. (2021). Capacidade de uso e aptidão agrícola das terras de propriedades rurais localizadas na bacia hidrográfica do Arroio Pelotas. ForScience, 9(1), e00873. https://doi.org/10.29069/forscience.2021v9n1.e873

Resumo

O uso intenso do solo e a não adoção de práticas conservacionistas resulta em sua degradação e impactos ao ambiente. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo avaliar a capacidade de uso e a aptidão agrícola das terras de algumas propriedades rurais da Bacia Hidrográfica do Arroio Pelotas, localizadas no município de Pelotas/RS, utilizando as metodologias propostas, respectivamente, por Lepsch et al. (1991) e Schneider, Giasson e Klamt (2007). Para isso, foram avaliadas três propriedades rurais com pastagem, uma com lavoura e cinco com pomares de pêssego de diferentes idades (0, 2, 6, 8 e 12 anos). A partir dos resultados levantados, verifica-se que as áreas apresentam limitações quanto a capacidade de uso e aptidão agrícola, especialmente relacionadas à pouca profundidade efetiva do solo e, aos riscos de erosão associados à declividade e à textura média na camada superficial do solo. Apesar das limitações quanto ao uso destas áreas, a pastagem e a fruticultura são usos menos intensos de exploração do solo do que as culturas anuais, contudo, ainda se tornam necessárias a implementação de novas práticas conservacionistas do solo e da água ou manutenção daquelas já utilizadas.

Palavras-chave: Degradação do solo. Práticas conservacionistas do solo. Limitações de uso das terras.

 

Capacity of use and agricultural aptitude of land of rural properties located in the Pelotas River hydrographic basin

Abstract


The intense use of the soil and the failure to adopt conservationist practices, leads to its degradation and impacts on the environment. In this sense, the present study aimed to evaluate the capacity of use and the agricultural aptitude of the lands of some rural properties of the Hydrographic Basin of Arroio Pelotas, located in the municipality of Pelotas/RS, using the methodologies proposed, respectively, by Lepsch et al. (1991) and Schneider, Giasson e Klamt (2007). For this, were evaluated three rural properties with pasture, one with annual crops and five with peach orchards of different ages (0, 2, 6, 8 and 12 years). From the results obtained, the areas have limitations in terms of their use capacity and agricultural aptitude, especially related to the little effective depth of the soil and the risks of erosion associated with the slope and the medium texture in the superficial layer of the soil. Despite the limitations on the use of these areas, pasture and orchards are less intense uses of soil than annual crops, however, it is still necessary to implement new soil and water conservation practices or maintain those already used.

Keywords: Soil degradation. Soil conservation practices. Landuse limitations.

https://doi.org/10.29069/forscience.2021v9n1.e873
PDF

Referências

CASSAMO, M. J. et al. Capacidade de uso das terras da Serra da Jiboia – Bahia. Revista Brasileira de Geografia, Rio de Janeiro, v. 64, n. 2, p. 18-36, 2019.

COMPANHIA ESTADUAL DE ENERGIA ELÉTRICA – GERAÇÃO E TRANSMISSÃO. Planos de uso e ocupação do solo no entorno dos reservatórios das usinas hidrelétricas da CEEE-GT. s.d. Disponível em: http://www.ceee.com.br/pportal/ceee/Component/Controller.aspx?CC=29417. Acesso em: 26 jun. 2016.

CUNHA, C. M. L. da; PINTON, L. G. Avaliação da capacidade de uso da terra da bacia do córrego do cavalheiro – Analândia, SP. Geociências, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 459-471, 2012.

D’AGOSTINI, L. R.; SCHLINDWEIN, S. L. Dialética da avaliação do uso e manejo das terras: da classificação interpretativa a um indicador de sustentabilidade. Florianópolis: UFSC, 1998. 170 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPEL. INSTITUO NACIONAL DE METEOROLOGIA – INMET. Normais climatológicas período: 1971/2000 (mensal/anual). Disponível em: http://agromet.cpact.embrapa.br/estacao/mensal.html. Acesso em: 02 jun. 2020.

FRANÇA, B. B. da et al. Capacidade de uso e aptidão agrícola de uma fazenda em São Domingos do Araguaia (PA). Revista Geonorte, Manaus, v. 10, n.36, p. 134-153, 2019.

GUADAGNIN, J. C. et al. Perdas de solo, água e nitrogênio por erosão hídrica em diferentes sistemas de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 29, n. 2, p. 277-286, 2005.

LEPSCH, I. F. et al. Manual para levantamento utilitário do meio físico e classificação de terras no sistema de capacidade de uso. Campinas: SBCS, 1991. 175 p.

RAMALHO FILHO, A.; BEEK, K. J. Sistema de avaliação da aptidão agrícola das terras. 3. ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA-CNPS, 1995. 65p.

RAMOS, M. F. Variabilidade de características físicas e hídrica do solo em pomares de pêssego com diferentes idades no município de Pelotas – RS. Orientador: Luis Eduardo Akiyoshi Sanches Suzuki. 2016. 90 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2016.

SCHNEIDER, P.; GIASSON, E.; KLAMT, E. Classificação da aptidão agrícola das terras: um sistema alternativo. Guaíba: Agrolivros, 2007. 72 p.

SELBY, M. J. An investigation into causes of runoff from a catchment of pumice lithology, in New Zealand. Hydrological Sciences Journal, Wallingford, v. 18, n. 3, p. 255-280, 1973.

SILVEIRA, C. P. L. da. Caracterização de solos e sedimentos em depósitos e fontes em potencial na Bacia Hidrográfica do Arroio Pelotas. Orientador: Luis Eduardo Akiyoshi Sanches Suzuki. 2015. 127 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.

STRECK, E. V. et al. Solos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: EMATER/RS - UFRGS, 2002.

SUZUKI, L. E. A. S. et al. Perdas de solo por erosão hídrica e granulometria do material erodido em propriedades agrícolas. In: POLETO, C. et al. (organizadores). X ENES - Encontro Nacional de Engenharia de Sedimentos: artigos selecionados, 2012, 10., Porto Alegre. Anais [...]. Porto Alegre: ABRH, 2012. p. 93-108. (ISBN: 978-85-60308-34-7).

WADE, M. K.; SANCHEZ, P. A. Mulching and green manure applications for continous crop production in the Amazon basin. Agronomy Journal, Madison, v. 75, n. 1, p. 39-45, 1983.

ZHOU, X. et al. Cost-effectiveness and cost-benefit analysis of conservation management practices for sediment reduction in an Iowa agricultural watershed. Journal of Soil and Water Conservation, Ankeny, v. 64, n. 5, p. 314-323, 2009.

Creative Commons License

Este trabalho está licensiado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Array