Balanced Scorecard como apoio à gestão estratégica de uma unidade de Instituto Federal de Educação Tecnológica

Marina Gomes Murta Moreno, Cassio Henrique Garcia Costa, Geraldo Tessarini Junior

Resumo - visualizações: 413


Esta pesquisa tem o objetivo de propor um modelo de Gestão Estratégica (GE) para uma unidade (campus) de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IF), formalizando-o por meio da adaptação do Balanced Scorecard (BSC). O estudo de caso baseou-se na coleta de dados pela aplicação da técnica de grupos focais, sendo as informações obtidas interpretadas qualitativamente pela atuação de um grupo de trabalho (GT) multidisciplinar. Através da construção e da proposição participativa e descentralizada de um BSC alternativo em uma organização pública, contribui-se para a redução de lacunas relacionadas à: i) resistência e ausência de inserção da comunidade acadêmica no processo de GE; e ii) utilização do BSC em IFs. Evidenciaram-se: i) a participação mais ativa de diversos membros organizacionais no processo de diagnóstico organizacional e de estruturação do modelo, buscando-se a sua efetiva legitimação; ii) a definição de estratégias organizacionais para a sistematização do Planejamento Estratégico (PE); e iii) a estruturação de um modelo de GE adequado às singularidades da instituição, consolidado pelo BSC. A nova arquitetura do BSC pode ser replicada a outras instituições de ensino similares, de modo a proporcionar estudos comparativos para verificação de sua validade externa. Esta pesquisa também reduz omissões da literatura sobre GE em IFs, detalhando o processo de elaboração de práticas estratégicas para a melhoria do desempenho organizacional.

Palavras-chave: Gestão Estratégica. Planejamento Estratégico. Balanced Scorecard. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. 

Balanced scorecard as support for the strategic management of a unit of a Federal Institute of Technological Education

Abstract

The research aims to propose a strategic management (SM) model for a unit of a Federal Institute of Education, Science and Technology (FI), formalizing it through the adaptation of the Balanced Scorecard (BSC). The case study was based on the collection of data by applying focus group technique and the information obtained was interpreted qualitatively by a multidisciplinary working group. Through the construction and participatory proposition of an alternative BSC in a public organization, it contributes to the reduction of gaps related to i) resistance and absence of insertion of the academic community in the SM process and ii) use of BSC in IFs. It was evidenced i) the more active participation of the community in the process of organizational diagnosis and structuring of the model, seeking its effective legitimation; ii) the definition of organizational strategies for the systematization of Strategic Planning and iii) the structuring of an SM model that is appropriate to the singularities of the institution, consolidated by the BSC. The new architecture of the BSC can be replicated to other similar educational institutions in order to provide comparative studies and verify it external validity. The study also reduces omissions from the SM literature in FIs, detailing the process of devising strategic practices for improving organizational performance.

Keywords: Strategic Management. Balanced Scorecard. Federal Institute of Education, Science and Technology.


Palavras-chave


Gestão Estratégica; Planejamento Estratégico; Balanced Scorecard. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Margarida Silva de. Desafios da implementação do Balanced Scorecard na gestão orçamentária: estudo de caso no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Góias. 2014. 170 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração) - Faculdade Alves Faria, Goiânia, 2014.

BERGUE, Sandro Trescastro. Gestão estratégica de pessoas e Balanced Scorecard em organizações públicas. Análise - Revista de Administração da PUCRS, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 265-284, 2005.

BOCCI, Fabrizio. A new BSC architecture for the public sector. Perspectives on Performance, Itália, v. 4, n.3, p. 30-32, 2005.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e dá outras providências. Brasília, DF, Diário Oficial da República Federativa do Brasil, seção 1, p. 3, 2008.

CANUTO, Francisco Ebison Souto. Gestão estratégica à luz das perspectivas do Balanced Scorecard: um estudo no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. 2014. 150 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração e Controladoria) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.

CASTRO, Alexandre de Carvalho. Produção offshore na Bacia de Campos (RJ): a perspectiva da Psicologia do Trabalho. Gestão & Produção, São Carlos, v. 20, n. 4, p. 833-846, 2013.

CUNHA, Marcos Ribeiro; KRATZ, Lucia. Fatores críticos de sucesso no processo de implementação do Balanced Scorecard: um estudo de caso nas instituições federais de ensino superior. Revista de Ciências da Administração, Florianópolis, v. 18, n. 46, p. 96-108, 2016.

FRANCO, Huertas. O método PES - Entrevista com Matus. São Paulo: FUNDAP, 1996.

GALAS, Eduardo Santos; FORTE, Sérgio Henrique Arruda Cavalcante. Fatores que interferem na implantação de um modelo de Gestão Estratégica baseado no Balanced Scorecard: estudo de caso em uma instituição pública. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 87-111, 2008.

GHELMAN, Sílvio. Adaptando o Balanced Scorecard aos preceitos da nova gestão pública. 2006. 86 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Sistemas de Gestão de Qualidade Total) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2006.

HEINZEIN, Daiane Aparecida de Melo; STREICH, Kenia Regina. Proposição do Balanced Scorecard para suporte à Gestão Estratégica de uma instituição de ensino público. Revista ADMpg Gestão Estratégica, Ponta Grossa, v. 6, n. 2, p. 77-85, 2013.

HOQUE, Zarihul. 20 years of studies on the Balanced Scorecard: trends, accomplishments, gaps and opportunities for future research. The British Accounting Review, Reino Unido, v. 46, n. 1, p. 33-59, 2014.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. Balanced scorecard: a estratégia em ação. 21. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. Organização orientada para a estratégia: como as empresas que adotam o Balanced Scorecard prosperam no ambiente de negócios. 12. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

KIM, Yoon Hee; STING, Fabian J.; LOCH, Christoph H. Top-down, bottom-up, or both? Toward an integrative perspective on operations strategy formation. Journal of Operations Management, Holanda, v. 32, n.1, p. 462-474, 2014.

KRUEGER, Richard A.; CASEY, Marry Anne. Focus groups. a practical guide for applied research. 5. ed. Thousand Oaks: Sage, 2015.

LEE, S. F.; KO, Andrew Sai On. Building Balanced Scorecard with SWOT analysis, and implementing “Sun Tzu’s. The art of business management strategies” on QFD methodology. Managerial Auditing Journal, Reino Unido, v. 15, n. 1, p. 68-76, 2000.

MALHOTRA, Naresh K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MARTINS, Felipe Longo. A construção do Plano de Desenvolvimento Institucional na perspectiva do pensamento estratégico: o caso do Instituto Federal Goiano. 2015. 103 p. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Faculdade Alves Faria, Goiânia, 2015.

MENEZES, Cláudio Lima de. Utilização do Balanced Scorecard como ferramenta de planejamento estratégico: uma proposta de implantação no Instituto Federal da Paraíba – Campus Picuí. 2017. 97 p. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Portal da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Histórico. 2016. Disponível em: http://redefederal.mec.gov.br/

historico. Acesso em: 22 jul.2018.

NEIS, Adelaide Marli. Aplicação do Balanced Scorecard no campus Venâncio Aires do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense. 2017. 195 p. Dissertação (Mestrado em Administração das Organizações Educativas) - Escola de Educação do Politécnico do Porto, Porto, 2017.

NIVEN, Paul R. Balanced Scorecard step-by-step: maximizing performance and maintaining results. New York: J. Wiley, 2003.

OLIVEIRA, Ana Cláudia Sá. Aplicação do Balanced Scorecard à Gestão Estratégica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia. 2014. 107 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.

PINTO, Miriam Magdala; ANGIUS, Bruno Mannato. Balanced Scorecard na prática da gestão de um laboratório acadêmico. Revista Ibero Americana de Estratégia, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 127-138, 2015.

RIBEIRO, Valdelúcio Pereira. Ações e indicadores de desempenho organizacional vistos sob a ótica do Balanced Scorecard: um estudo no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. 2010. 118 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração) - Universidade Potiguar, Natal, 2010.

RODRIGUES, Gustavo de Oliveira. Aplicação da gestão de processos em uma universidade pública do estado de São Paulo. 2015. 116 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Bauru, 2015.

SÁNCHEZ, Jesusa Rita Fidalgo; CAVALHEIRO, Andrei Zwetsch. O PDI como ferramenta de gestão: orientações para elaboração. In: Fórum de Desenvolvimento Institucional da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica (FDI). 2013.

SANTANA, Ricardo Silva de. Aplicação de métodos de gestão a instituições de ensino: análise do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – Campus Valença, sob a perspectiva do balance scorecard. 2014. 158 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.

SANTOS, João Alberto Neves dos; SEPULVEDA, Fernando A. Miranda; SERRAVALE, Alberto França. Implementação do Planejamento Estratégico no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. In: Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia (SeGeT), IX., 2012, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: SEGet, 2012.

TEIXEIRA, Augusto César. Os processos de Planejamento Estratégico e controle orçamentário de uma instituição de educação superior, básica e profissional: o caso IFTM. 2017. 168 p. Dissertação (Mestrado em Gestão Organizacional) - Universidade Federal




DOI: http://dx.doi.org/10.29069/forscience.2019v7n2.e608

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexada em:

                    

          

ISSN 2318-6356

Licença Creative Commons
ForScience: Revista Científica do IFMG   http://formiga.ifmg.edu.br/forscience é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

SalvarSalvarSalvarSalvar