Incêndios florestais no Parque Nacional da Serra da Canastra e a implementação de manejo integrado do fogo

Amanda Avelina Carvalho Silva, Junia Maria Cota Vidal, Ricardo Alexandre da Silva, Gustavo Augusto Lacorte

Resumo - visualizações: 1528


A maior parte das causas de incêndios na região do Parque Nacional da Serra da Canastra (PNSC) é de origem antrópica, apesar de existir um grande número de incêndios chamados de incêndios naturais. Destacam-se a prática de incêndios criminosos e a prática de queima de pastagens em áreas limítrofes dentre as queimadas antrópicas. Contudo, alguns tipos de queimadas podem ser benéficos para a biota do cerrado estimulando a biodiversidade de espécies herbáceas. Para esse artigo foram realizadas discussões a respeito da questão do fogo no PNSC analisando o efeito, o regime e as proposições do plano de manejo integrado do fogo no Parque. Para tal também foi realizado o acompanhamento da primeira execução desse plano que contempla a confecção de aceiros negros. A primeira execução do Plano de Manejo de Fogo do PNSC mostrou-se importante, pois os aceiros negros ajudam na redução da quantidade de combustível e estimulam o brotamento, além de fazer o combate direto ao fogo.

Palavras-chave: Controle da biodiversidade. Conservação. Plano de manejo integrado do fogo. Aceiro negro.

Forest fire at National Park of Serra de Canastra and the challenge of implementation of integrated fire management

Abstract

Most of the causes of fires in the Serra da Canção National Park (PNSC) are of anthropogenic origin, although there are a large number of fires called natural fires. We highlight the practice of criminal fires and the practice of burning pastures in areas bordering the anthropogenic fires. However, some types of fires may be beneficial to a cerrado biota, stimulating a biodiversity of herbaceous species. For this article, there were discussions about the fire issue in the PNSC, analyzing the effect, the regime and the proposals of the integrated fire management plan in the Park. For this purpose it was also carried out or accompanied by a first execution of the plan that contemplates a confection of black firemen. The first execution of the PNSC Fire Management Plan has proved to be important, for black firemen to help reduce the amount of fuel and stimulate budding as well as direct firefighting.

Keywords: Biodiversity control. Conservation. Integrated fire management plan. Black firemen.


Palavras-chave


Controle da biodiversidade. Conservação. Plano de manejo integrado do fogo. Aceiro negro.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis. Plano operativo de prevenção e combate aos incêndios florestais do Parque Nacional da Serra da Canastra. Minas Gerais, 2007.

INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE (ICMBio). Manejo Integrado do Fogo - Parque Nacional da Serra da Canastra. São Roque de Minas: Parque Nacional da Serra da Canastra, 2016.

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE). Portal do Monitoramento de Queimadas e Incêndios. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2017.

KOMAREK, E. V. Lightning and fire ecology in Africa. In: TALL TIMBERS FIRE ECOLOGY CONFERENCE, 11., 1972. Cape Town. Proceedings…Cape Town, 1972. p. 473-509.

MEDEIROS, M. B. de. Manejo de fogo em unidade de conservação. In: WORKSHOP SOBRE INCÊNCIOS FLORESTAIS NO CERRADO, 1., 2000, Brasília, DF. Anais... Brasília: UnB, 2001.

______. Manejo de fogo em unidades de conservação do cerrado. Boletim do Herbário Ezechias Paulo Heringer, v. 10, n. 1, p. 76-89, 2002.

MEDEIROS, M. B. de; FIEDLER, N. C. Incêndios florestais no Parque Nacional da Serra da Canastra: desafios para a conservação da biodiversidade. Ciência Florestal, v. 14, n. 2, p. 157-168, 2004.

MENDONÇA, R. C. et al. Flora vascular do cerrado. In: SANO, S. M.; ALMEIDA, S. P. (Ed.). Cerrado: ambiente e flora. Planaltina, DF: Embrapa, 1998. p. 289-556.

MIDDLETON, B. A. et al. Fire in a tropical dry forest of Central America: a natural part of the disturbance regime? Biotropica, v. 29, n. 4, p. 515-517, 1997.

MOURA, L. C.; VIADANA, A. G. Contextualização do problema de incêndios florestais atribuídos à causa humana no Parque Nacional da Serra da Canastra MG. In: SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA UNESP RIO CLARO, 11., 2011, Rio Claro, São Paulo. Anais... Rio Claro, São Paulo: UNESP, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2017.

RAMOS NETO, M. B. Avaliação do manejo do fogo no Parque Nacional das Emas. In: CONGRESSO BRSILEIRO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO, 1., 1997, Curitiba. Anais... Curitiba: IAP, 1997.

______. O Parque Nacional das Emas (GO) e o fogo: implicações para a conservação biológica. 2000. 159 f. Tese (Doutorado em Ecologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

ROSA, C. M. M. Recuperação pós-fogo do estrato rasteiro de um campo sujo de cerrado. 1990. 85 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília, Brasília, 1990.

SCHMIDT, I. B. et al. Experiências internacionais de manejo integrado do fogo em áreas protegidas: recomendações para implementação de manejo integrado de fogo no cerrado. Biodiversidade Brasileira, v. 6, n. 2, p. 41-54, 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2017.

STOCKS, B. J.; TROLLOPE, W. S. W. Fire management: principles and options in the forested and savanna regions of the world. In: CRUTZEN, P. J.; GOLDAMMER, J. G. (Ed.). Fire in the environment: the ecological, atmospheric and climate importance of vegetation fires. New York: John Wiley & Sons Ltd, 1993.

VIEIRA, F. Avaliação ecológica rápida para a revisão do Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra da Canastra, Estado de Minas Gerais - Relatório Técnico Parcial do Componente Ictiofauna. IBAMA/Terra Brasilis, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.29069/forscience.2018v6n2.e404

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexada em:

                    

          

ISSN 2318-6356

Licença Creative Commons
ForScience: Revista Científica do IFMG   http://formiga.ifmg.edu.br/forscience é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

SalvarSalvarSalvarSalvar