O jogo e o ensino de matemática: uma experiência de revisão de conceitos aritméticos básicos com alunos do 1º ano do ensino médio

Lúcia Helena Costa Braz, Álida Rinara Souza Morais, Polyana Kátia Miranda, Rosiana de Oliveira Pedroso

Resumo - visualizações: 2994


O presente trabalho trata de atividades realizadas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais – IFMG, Campus Formiga, pelos bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID. Os alunos cursam Licenciatura em Matemática e trabalham com o apoio da professora supervisora do programa no Instituto e a participação dos alunos dos primeiros anos do Ensino Médio Integrado – Técnicos em Administração, Eletrotécnica e Informática. O objetivo principal das atividades foi apresentar uma metodologia relativamente diferenciada para o processo de ensino e aprendizagem da Matemática. Esse método aborda a utilização dos jogos que, além de estimular a aplicação de conhecimentos já adquiridos – conceitos aritméticos básicos, contribuiu para a fixação e aperfeiçoamento do aprendizado favorecendo a socialização por meio do trabalho em grupo. Os resultados mostraram que, através do jogo, vários processos foram estimulados nos alunos, como os métodos adotados na resolução dos problemas, na análise das possibilidades de jogadas e tomadas de decisões, na criação de estratégias para vencer, além do incentivo ao raciocínio e ao fortalecimento do trabalho em equipe. Também apontaram dificuldades dos alunos com as manipulações algébricas, manifestadas pelos erros na utilização de parênteses e na realização de cálculos. Para os “pibidianos” (bolsistas do PIBID), o trabalho proporcionou uma reflexão quanto às práticas que serão adotadas quando futuros professores, buscarem por metodologias que mostrem para os alunos as diferentes formas de construção e aperfeiçoamento do saber Matemático, que tornem essa experiência mais prazerosa.

Palavras-chave: Jogos. Matemática. PIBID.

The game and the teaching of mathematics: a review experience of basic arithmetical concepts with students of the 1st year of high school

Abstract

The present work is about activities carried out at Minas Gerais Education, Science and Technology Federal Institute - IFMG, Campus Formiga, by the scholarship holders of the Institutional Scholarship Initiation Program – PIBID. The students are majoring Mathematics Degree course and they work with the support of the program’s supervisor in the Institute and with the participation of the freshman students of Integrated High School - Technicians in Administration, Electrotechnology and Informatics. The main purpose of the activities was to present a relatively differentiated methodology for the teaching and learning process of Mathematics. This approach method use games that, besides stimulating the application of the acquired knowledge - basic arithmetic concepts, contribute to fixation and improvement of the learning favoring socialization through group work. The results showed that, through the game, several processes were stimulated in the students, such as the problem solving methods, the analysis of the possibilities of plays and decision-making, the creation of strategies to win, besides the encouragement of reasoning and strengthening of teamwork. They also pointed out students' difficulties with algebraic manipulations, manifested by errors in the use of parentheses and in calculations. For the "pibidianos" (PIBID scholarship holders), the work provided a reflection on the practices that will be adopted when future teachers search for methodologies that show students the different ways of building and improving Mathematical knowledge, that make this experience more enjoyable.

Keywords: Games. Mathematics. PIBID.

 


Palavras-chave


Jogos. Matemática. PIBID.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, C. P. et al. A utilização de jogos como metodologia de ensino da matemática: uma experiência com alunos do 6º ano do ensino fundamental. ForScience, v. 3, n. 1, p. 70-86, 2015.

BARBOSA, S. L. P.; CARVALHO, T. O. de. Jogos matemáticos como metodologia de ensino aprendizagem das operações com números inteiros: projeto de intervenção pedagógica na escola apresentado ao Programa de Desenvolvimento Educacional da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Londrina: UEL, 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

BORIN, J. Jogos e resolução de problemas: uma estratégia para o ensino de matemática. São Paulo: IME-USP, 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática: ensino de 1ª a 4ª séries. Brasília, 1997. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática: ensino de 5ª a 8ª séries. Brasília, 1998. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2017.

GRANDO, R. C. O conhecimento matemático e o uso de jogos na sala de aula. 2000. 224 f. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2017.

MOREIRA, A. M.; MASINI, E. F. S. A aprendizagem significativa: a teoria de DavidAusubel. 2. ed. São Paulo: Centauro, 2011.

MOURA, A. R. L. de. A medida e a criança pré-escolar. 1995. 221 f. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2017.

STRAPASON, L. P. R; BISOGNIN, E. Jogos pedagógicos para o ensino de funções no primeiro ano do ensino médio. Bolema, Rio Claro, v. 27, n. 46, p. 579-595, ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 9 nov. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.29069/forscience.2018v6n1.e349

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexada em:

                    

          

ISSN 2318-6356

Licença Creative Commons
ForScience: Revista Científica do IFMG   http://formiga.ifmg.edu.br/forscience é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

SalvarSalvarSalvarSalvar