Desenvolvimento de cabine de subestação em média tensão

Gustavo L. Campos, Gabriel Santiago Raimundo Rodrigues, Letivan Cambraia Freire Junior, Lucas Alves de Oliveira

Resumo - visualizações: 3202


A energia elétrica, nos dias de hoje, é indispensável para a vida humana devido à contínua evolução tecnológica, perceptível, por exemplo: com o aumento da automação industrial, interligação de redes de conhecimento, dentre outros. As unidades industriais e grandes aglomerados comerciais demandam grande proporção da energia produzida em nosso país, e desta forma, optam, muitas vezes, pela compra de energia elétrica em média/alta tensão. Escolha válida pelo seu baixo custo quando comparada ao fornecimento em baixa tensão. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é apresentar um artigo relacionado ao desenvolvimento de uma cabine de subestação em média tensão, especificamente a tipo 2: Medição, proteção com ou sem transformação (CEMIG, 2013), na Fábrica de Refrigerantes Mantiqueira localizada na cidade de Itamonte-MG. O desenvolvimento deste trabalho teve por base as literaturas da área mais especificamente as normativas das concessionárias de energia, especialmente as da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), destaca-se a norma ND 5.3 – Fornecimento de Energia Elétrica em Média Tensão, norma esta consoante com atos e normativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Neste trabalho apresenta-se a escolha da entrada de energia da subestação, o levantamento de carga do consumidor, o diagrama unifilar e os procedimentos e execução dos setores de medição, proteção e transformação da subestação. A referida obra foi aprovada recebendo elogios da concessionária e está em pleno funcionamento.

Palavras-chave: Fornecimento de Energia Elétrica. Subestação. Média Tensão. CEMIG.

 Abstract

Development of medium voltage substation booth

Nowadays, electrical energy is indispensable for human life due to continuous technological evolution, noticeable, for instance, on the increase of industrial automation systems, interconnection of knowledge networks, among others. Industrial units and large commercial conglomerates demand a large proportion of the energy generated in our country. Thus, they often choose to purchase electrical energy in medium/high voltage. Such choice is worth for its low cost (when compared to low voltage supply). The monetary difference is justified because the medium/high voltage power flow requires less electrical current, reducing the cross-section of the transmission conductor, and, thus, reducing the structure of the transmission towers for cable supporting. This economy is passed on to the customers in forms of lower energy tariff values. For the supply of electrical energy in medium voltage, it is necessary that the consumer unit complies with certain requirements proposed by the energy concessionaire, in the case of Minas Gerais, by the Companhia de Energia de Minas Gerais (CEMIG®). Among these requirements, there is the construction of one of the seven types of medium voltage electric substation (CEMIG, 2013). The different models come from differences associated to size, number of bays, installed power and energy input, among others. Thus, this paper aims to present the construction of a type 2 power substation - Measurement, Protection with or without Transformation (CEMIG, 2013). Presenting a case study of the mentioned work in the city of Itamonte-MG, in Mantiqueira Soft drinks factory (Fábrica de Refrigerantes Mantiqueira).

Keywords: Electrical Energy Supply, Substation, Medium Voltage, CEMIG®.



Palavras-chave


Fornecimento de Energia Elétrica; Subestação; Média Tensão; CEMIG.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Módulos construtivos de subestações de distribuição: catálogo referencial de módulos padrões de construção de subestações, linhas e redes de distribuição de energia elétrica. 2010. Disponível em:

audiencia/arquivo/2009/052/documento/anexo_iii_nt_304_-_subestacao_

de_distribuicao.pdf >. Acesso em: 24 mar. 2017.

______. Banco de informação de geração BIG. 2017. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2017.

______. Resolução n°414, de 09 de setembro de 2010. Estabelece as condições gerais de fornecimento de energia elétrica de forma atualizada e consolidada. 2010. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14039: instalações elétricas em média tensão. Rio de Janeiro, 2005.

______. NBR 5410: instalações elétricas em baixa tensão. Rio de Janeiro, 2008.

BARROS, B. F.; GEDRA R. L. Cabine primária: subestação de alta tensão de consumidor. 2. ed. São Paulo: Ed. Érica, 2013.

CELESC. O mercado de energia. c2011. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2016.

COMERC ENERGIA. O mercado livre de energia. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2016.

COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS. ND 5.2: fornecimento de energia elétrica em tensão secundária rede de distribuição aérea edificações coletivas. Belo Horizonte, 2015.

______. ND 5.3: fornecimento de energia elétrica em média tensão rede de distribuição aérea ou subterrânea. Belo Horizonte, 2013.

EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA. Consumo anual de energia elétrica por classe (nacional): 1995-2014. 2014. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2017.

JORDÃO, R. B. Transformadores. São Paulo: Blucher, 2002.

KAGAN, N.; OLIVEIRA, C. C. B.; ROBBA, E. J. Introdução aos sistemas de distribuição de energia elétrica. São Paulo: Blucher, 2005.

MAMEDE FILHO, J. Manual de equipamentos elétricos. 4. ed. São Paulo: LTC, 2013.

MAMEDE FILHO, J; MAMEDE, D. R. Proteção de sistemas elétricos de potência. São Paulo: LTC, 2011.

NORMA Regulamentadora 10 – NR 10: segurança em instalações e serviços em eletricidade. 2004. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2016.

PEXTRON. URPE 7104. Disponível em: . Acesso em: 2 jul. 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.29069/forscience.2017v5n1.e248

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexada em:

                    

          

ISSN 2318-6356

Licença Creative Commons
ForScience: Revista Científica do IFMG   http://formiga.ifmg.edu.br/forscience é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

SalvarSalvarSalvarSalvar