Editorial

Bruno César de Melo Moreira

Resumo - visualizações: 1870


Prezados leitores,

Comunicamos o lançamento de mais um número da Revista ForScience, v. 4, n. 1 de 2016. Esta nova edição representa um marco importante para a ForScience dentro de sua proposta de expansão de seus horizontes, tanto de abrangência física, quanto referentes às áreas de conhecimento que publicamos.

Foram recebidos e aprovados trabalhos das mais variadas regiões do país. Ao todo, tivemos autores de 6 estados diferentes (Bahia, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rondônia) vinculados à 10 Instituições de Ensino distintas.

Esta heterogeneidade também foi verificada na temática dos artigos aprovados. Além de trabalhos vinculados às áreas do conhecimento, até então trabalhadas pela revista (Ciência da Computação, Engenharia Elétrica, Gestão/Administração e Matemática, todas de caráter multidisciplinar), também foram aprovados trabalhos que integram novas áreas como a de Engenharia Civíl, bem como trabalhos multidisciplinares que envolveram, entre outros, conhecimentos legais e de aspectos regulatórios. Ao todo foram aprovados 7 trabalhos que apresentamos a seguir:   

Na área de Matemática foram aprovados para publicação 2 trabalhos. O primeiro, de cunho teórico, intitulado “INFLUÊNCIAS HISTÓRICAS NA ABORDAGEM DE LIVROS DIDÁTICOS DE MATEMÁTICA” teve como proposta discutir como momentos históricos podem influenciar nas práticas de ensino da matemática. Para tanto, a partir de um resgate histórico que se inicia pela década de 1970 e se estende até o presente, o autor propõe uma reflexão da prática docente na área.

O segundo, “AJUSTE DE CURVAS PELO MÉTODO DOS QUADRADOS MÍNIMOS NA ELABORAÇÃO DE MODELO MATEMÁTICO PARA ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO DE SOJA NO ESTADO DE RONDÔNIA”, busca aplicar a metodologia de ajuste de curvas por meio do método dos quadrados mínimos na elaboração de um modelo matemático aplicado à estimação da produção de soja para a safra 2015/16 no estado de Rondônia.

Na área de Computação foi aprovado o trabalho “AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E CONSUMO ENERGÉTICO PARA CONFIGURAÇÕES DE WAVEFRONT POOLS DE UMA GPU AMD”. Com a motivação de se avaliar arquiteturas heterogêneas CPU-GPU com a finalidade de melhorá-las continuamente, o trabalho se propôs a avaliar o desempenho e o consumo de energia de uma arquitetura heterogênea CPU-GPU em um ambiente de simulação. Tal abordagem, proposta em um ambiente capaz de simular tais arquiteturas, se mostra útil uma vez que minimiza a necessidade da construção de protótipos individuais para cada teste.

Na área da Gestão/Administração, por sua vez, tivemos dois artigos aprovados. O primeiro, “ESTUDO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NO SETOR DE SERVIÇOS DA CIDADE DE JOÃO MONLEVADE-MG”, que objetivou investigar se as empresas do setor de serviços do município de João Monlevade (MG)  praticam ações de Responsabilidade Social Corporativa. A adoção de tais práticas se mostra relevante no processo de gestão e os benefícios podem ser obtidos para a empresa, em termos de competitividade, para os colaboradores, criando um melhor local de trabalho e para a comunidade em geral, contribuindo para se criar uma sociedade mais justa.

O segundo trabalho, intitulado “RELAÇÃO ENTRE GERENCIAMENTO DE RESULTADO E GOVERNANÇA CORPORATIVA: CONSTRUINDO UM REFERENCIAL TEÓRICO A PARTIR DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA” busca discutir outro tema importante na área da gestão. Por meio de uma revisão sistemática, o trabalho objetiva tecer uma relação entre o gerenciamento de resultado e governança corporativa, demonstrando como a adoção de melhores práticas de governança corporativa pode, de certa forma, reduzir os problemas oriundos da utilização do gerenciamento de resultados com fins a ludibriar pessoas/entidades externas à empresa no que tange a divulgação de seu desempenho financeiro.

Além dos trabalhos destacados anteriormente, conforme mencionado, recebemos 2 trabalhos de cunho multidisciplinar que se alinham com a proposta de expansão do escopo e áreas de atuação da revista.

 De carater multidisciplinar, o trabalho “CONSEQUÊNCIAS DO ARCABOUÇO REGULATÓRIO DO BIODIESEL BRASILEIRO PARA AS USINAS PRODUTORAS: UMA ANÁLISE DA SITUAÇÃO DA BAHIA” conjuga um arcabouço teórico que abrage aspectos legais, regulatórios e da própria administração da produção, com o intuito de discutir as consequências que o arcabouço regulatório do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) tem para a formação de uma cadeia de valor na produção de biodiesel no estado da Bahia.

Por fim, destacamos o trabalho “ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA DA APLICAÇÃO DO MÉTODO DE SÍSMICA DE REFRAÇÃO PARA OTIMIZAÇÃO DE PROVÁVEIS OBRAS DE AMPLIAÇÃO DO IFMG ̶ CAMPUS AVANÇADO PIUMHI”,  cujo objetivo foi estudar a viabilidade técnica de aplicação do método de sísmica de refração para otimização de prováveis obras de ampliação do IFMG – Campus Avançado Piumhi e que representou um novo desafio para o corpo editorial da revista. Abordando aspectos da Engenharia Civíl como a aplicação do método geofísico denominado sísmica de refração, que contribuem para o entendimento sistêmico do comportamento do solo, o trabalho nos mostrou as dificuldades que enfrentaremos nesta nova fase da revista. No entanto, nos mostrou, também, por meio da qualidade do trabalho, como esta expansão pode ser benéfica à propagação da ciência, seja ela em qual área for.

Novamente agradecemos a colaboração de toda equipe que não mediram esforços para a concretização deste novo número e, de forma especial, aos autores, pelo conteúdo diversificado e atual, contribuindo assim para o fortalecimento, democratização e disseminação do conhecimento científico.

Boa leitura a todos

Bruno César de Melo Moreira

Editor Chefe - ForScience: revista científica do IFMG                                                                  

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29069/forscience.2016v4n1.e201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexada em:

                    

          

ISSN 2318-6356

Licença Creative Commons
ForScience: Revista Científica do IFMG   http://formiga.ifmg.edu.br/forscience é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

SalvarSalvarSalvarSalvar